Resultados da ABB no terceiro trimestre de 2013: Bons resultados em toda a empresa

  • Aumento da facturação e do EBITDA operacional em todas as divisões. O resultado líquido cresceu cerca de 10%.
  • As encomendas base1 voltam a taxas de crescimento positivas, enquanto se mantêm lentas as adjudicações de grandes projectos.
  • O novo CEO resume as prioridades em crescimento, colaboração e execução.

Zurique, Suíça, 24 de Outubro de 2013. A ABB reportou um aumento da facturação, dos resultados e do Cash Flow no terceiro trimestre de 2013, graças à melhoria do desempenho em todas as divisões.

As encomendas de projectos de ciclo curto, impulsionadas sobretudo pelos investimentos dos clientes para melhorar a sua produtividade e a sua eficiência, cresceram em comparação com o mesmo trimestre de 2012. Por outro lado, novos atrasos na adjudicação de grandes projectos, provocados principalmente pelas actuais incertezas da economia, e a nova posição estratégica da divisão Power Systems, trouxeram como consequência uma diminuição das grandes encomendas.

Ulrich Spiesshofer, CEO da ABB, declarou: “Foi um bom trimestre. Trabalhámos bem para aumentar a facturação, as encomendas, o Cash Flow e o resultado líquido, apesar das oscilações da economia. Conseguimos um bom crescimento nos mercados chave, como a China e a Alemanha, e as nossas encomendas base voltaram a atingir crescimento anual. As encomendas em sectores como o do transporte de electricidade e do petróleo e gás continuam a aumentar, mas a adjudicação de grandes projectos permanece lenta.

Apesar de tudo, podemos fazer mais para melhorar os nossos resultados e acrescentar valor a todos os parceiros da nossa empresa. Por exemplo, há oportunidades importantes de conseguirmos um crescimento rentável através do aumento da penetração do mercado, vendendo mais aos nossos clientes actuais e acelerando o desenvolvimento e o marketing de produtos inovadores e de soluções completas.

Continuaremos igualmente a incrementar a nossa actividade em mercados atractivos, crescendo organicamente e também preenchendo as lacunas do nosso portefólio, por meio de aquisições oportunas.
A segunda área de atenção será a melhoria da nossa colaboração entre as diferentes unidades, para criarmos mais valor para os nossos clientes, disponibilizando-lhes o portefólio combinado de energia e automação da ABB. A melhoria da colaboração entre as operações permitir-nos-á dar um passo em frente no caminho de uma maior produtividade.

A execução incansável será a terceira área de atenção. Continuaremos a aumentar ainda mais o esforço para melhorar as poupanças de custos, o Cash Flow e a rentabilidade do capital. Por outro lado, estamos a aumentar o foco no êxito da integração das nossas aquisições, para maximizar a rentabilidade dos nossos investimentos. A nomeação de Greg Scheu, anunciada esta semana, para liderar, a partir da equipa executiva, os nossos esforços globais de integração de aquisições, reflecte o nosso compromisso em materializar o valor das mesmas.

Encarando o futuro, os factores de crescimento a longo prazo continuam plenamente válidos, mas alguns indicadores permanecem pouco claros, pelo que ainda enfrentamos incertezas quanto ao mercado a longo prazo. No entanto, mesmo neste contexto volátil, as nossas sólidas posições de mercado, as nossas tecnologias de ponta e o nosso extenso portefólio permitir-nos-ão capturar oportunidades de crescimento rentável. Por isso, continuaremos posicionados na primeira linha, muito centrados no objectivo, ao mesmo tempo contendo os custos, trabalhando na colaboração entre as unidades e na melhoria da rentabilidade do capital".


Resultados do terceiro trimestreT3 13T3 12Variação
Em milhões de dólares salvo indicação em contrário USDMoeda local
Encomendas9.0899.295-2%-2%
Carteira de encomendas
(finais de Setembro)
27.45429.175-6%-4%
Facturação10.5359.7458%9%
Resultado procedente de operações1.3241.146+16%
em % de facturação12,6%11,8%
EBITDA operacional1.6381.48310%
em % de facturação operacional15,7%15,3%
Resultado líquido atribuível à ABB83575910%
Resultado líquido por acção (em USD)0,360,33
Cash Flow operacional1.24176862%




Resultados dos nove primeiros meses de 2013Jan-Set 13Jan-Set 12Variação
Em milhões de dólares salvo indicação em contrário USDMoeda local
Encomendas28.89329.715-3%-3%
Carteira de encomendas
(finais de Setembro)
Facturação30.47528.3158%8%
Resultado procedente de operações3.5643.19512%
em % de facturação11,7%11,3%
EBITDA operacional4.6574.18211%
em % de facturação operacional15,3%14,8%
Resultado líquido atribuível à ABB2.2622.1008%
Resultado líquido por acção (em USD)0,990,92
Cash Flow operacional1.5611.34116%

O Grupo ABB, líder em tecnologias de energia e automação, possibilita às empresas de electricidade, água e gás, e à indústria, melhorar o seu desempenho, reduzindo o impacto ambiental. O Grupo ABB opera em cerca de 100 países e emprega aproximadamente 145.000 pessoas.

1 As encomendas base são inferiores a 15 milhões de dólares

Busca



ENTRE EM CONTATO

  • Para mais informação:
  • Media Relations
  • ABB Corporate Communications, Zurich
    Thomas Schmidt, Antonio Ligi
    Tel: +41 43 317 6568
    Fax: +41 43 317 7958
    ABB Ltd
    Affolternstrasse 44
    CH-8050 Zurich, Switzerland
  • Investor Relations
  • Switzerland: Tel. +41 43 317 7111
    Sweden: Tel. +46 21 325 719
    USA: Tel. +1 203 750 7743