ABB recebe encomendas no valor de 225 milhões de dólares para lançar o programa de energias renováveis da África do Sul

Grandes centrais fotovoltaicas que produzirão energia limpa suficiente para satisfazer as necessidades de 36.000 residências, e evitar a emissão de 130.000 toneladas de dióxido de carbono por ano.
Zurique, Suíça, 4 de Dezembro de 2012. A ABB, o grupo líder em tecnologias de electricidade e automação, obteve encomendas no valor de cerca de 225 milhões de dólares para fornecer centrais fotovoltaicas chave-na-mão, que serão construídas na província de Limpopo, no norte da África do Sul. As encomendas foram adjudicadas por duas entidades - as empresas Core Energy e Erika Energy, entre cujos accionistas principais está a Sun Edison, um fornecedor líder mundial de serviços de energia solar.

As duas centrais, situadas nos parques solares Witkop e Soutpa, ficarão próximas da cidade de Polokwane, a capital da província do Limpopo. Terão uma capacidade de 33 e 31 MW respectivamente, e estarão entre as primeiras centrais fotovoltaicas à escala de companhia eléctrica que serão construídas na primeira fase do plano do governo sul-africano para o desenvolvimento de energias renováveis.

Este plano pretende reduzir o impacte da produção de energia eléctrica no meio ambiente e diversificar as fontes energéticas do país, incentivando os produtores independentes a aproveitar os abundantes recursos energéticos renováveis de que o país dispõe.

A energia produzida nestas centrais alimentará a rede de transporte de alta tensão por meio de uma nova subestação de alta tensão. No total, as duas centrais produzirão 130 GW hora de electricidade por ano, energia limpa suficiente para alimentar cerca de 36.000 residências sul-africanas, e evitar a emissão para a atmosfera de cerca de 130.000 toneladas de dióxido de carbono por ano. Prevê-se que ambos os projectos estejam concluídos em 2013.

Brice Koch, director da divisão Power Systems da ABB, afirmou: “A nossa vasta experiência no fornecimento de centrais fotovoltaicas de alta eficiência, juntamente com os recursos locais de que dispomos, permitir-nos-ão fornecer as melhores soluções disponíveis e contribuir para o objectivo do país de desenvolver as energias renováveis".
Cada um dos projectos chave-na-mão incluirá a concepção, engenharia, instalação e entrada em serviço. A ABB também fornecerá vários produtos e tecnologias, nomeadamente inversores, equipamentos de protecção, aparelhagem eléctrica, transformadores secos, controladores, e o sistema de supervisão e aquisição de dados SCADA. A ABB construirá ainda uma subestação e proporcionará a ligação à rede eléctrica de alta tensão.

Pashupathy Gopalan, vice-presidente e director geral da Sun Edison para as suas operações na Região Subsaariana e do sudeste asiático, acrescenta: “Temos muito boas relações com a ABB e estamos desejosos de trabalhar com esta empresa neste projecto. A ABB traz-nos a sua vasta experiência e conhecimentos e agrada-nos trabalhar em conjunto para desenvolver as energias renováveis na Áfica do Sul”.

A ABB dispõe de um amplo portefólio de soluções para toda a cadeia de valor da energia solar. Para além de uma oferta completa de produtos e serviços para uma vasta gama de aplicações, a empresa realiza projectos chave na mão para grandes centrais fotovoltaicas e solares térmicas. A ABB realizou mais de 50 projectos de centrais fotovoltaicas chave na mão em todo o mundo.

O Grupo ABB (www.abb.com), líder em tecnologias de energia e automação, possibilita às empresas de electricidade, água e gás, e à indústria, melhorar o seu desempenho, reduzindo o impacto ambiental. O Grupo ABB opera em cerca de 100 países e emprega aproximadamente 145.000 pessoas.

Siga-nos nas redes sociais:

Follow us on TwitterGet LinkedInConnect on FacebookSubscribe on YouTube


Busca



ENTRE EM CONTATO