ABB: inovação no DNA

2017-04-10 - Fonte: Revista Potência

Com mais de 130 anos de história, a ABB é especialista no desenvolvimento e fornecimento de tecnologias pioneiras oferecendo ao mercado produtos para eletrificação, robótica, automação industrial e elétrica.

A companhia possui sete centros de pesquisa em todo mundo (China, Índia, Alemanha, Polônia, Suécia, Suíça e Estados Unidos) e uma equipe formada por cerca de 8.500 cientistas e tecnólogas provenientes de quarenta países. São dois laboratórios de pesquisa global, um dedicado a tecnologias de energia o o outro às tecnologias de automação.

Conforme destaca o presidente da ABB Brasil, Rafael Paniagua, a inovação tecnológica é a força vital da companhia, e investir em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação é um recurso estratégico fundamental para o sucesso da empresa. "Tendo em vista que PD&I e tecnologia fazem parte do DNA da ABB, todos os funcionários são incentivados a criar e desenvolver novas soluções. Temos profissionais dedicados exclusivamente à PD&I em nossos centros de pesquisa espalhados por diversos lugares do mundo", orgulha-se.



Anualmente, a ABB investe cerca de 1,5 bilhão de dólares em PD&I globalmente. A perspectiva da companhia é continuar investindo de forma expressiva nessa área para manter o protagonismo em tecnologias digitais e o pioneirismo em soluções da Quarta Revolução Industrial para atender seus clientes.

Conforme explica Rafael Paniagua, em seus centros de pesquisa a ABB concentra as atividades em áreas que correspondem às principais tecnologias da companhia: energia, robótica, sistemas de comunicação, controle e automação, eletromagnéticos, materiais, mecânica, eletrônica de potência, sensores, software e computação. "Em nossos laboratórios os especialistas trabalham em projetos específicos com técnicos das nossas quatro unidades de negócio, concentrando-se em aplicar os resultados das pesquisas em soluções e serviços que resolvem problemas e geram oportunidades tangíveis de negócios aos clientes", observa.

Rafael Paniagua
O executivo destaca que o desenvolvimento e a comercialização de tecnologias das áreas de atuação da ABB têm importância estratégica para o crescimento da empresa. Tendo isso em mente, a companhia investe em PD&I para entregar valor aos clientes - nesse momento em que estamos adentrando à Quarta Revolução Industrial -, criando soluções e serviços que resolvam problemas e aumentem a capacidade dos clientes de inovar e competir em um mercado digital-industrial emergente.

"Dentro dessa perspectiva, o nosso time de cientistas e tecnólogos desenvolve uma série de parcerias com clientes selecionados e com cerca de 70 universidades no mundo, além de investir na incubação de startups e em "technology ventures", que são parcerias estratégicas nas quais reunimos nossa expertise com a de outras empresas para dar mais agilidade no desenvolvimento de soluções customizadas e disruptivas para nossos clientes", comenta Paniagua.

No intuito de conferir mais agilidade e foco aos desenvolvimentos em inovação, os pesquisadores da ABB trabalham no sentido de projetar soluções customizadas que ofertem valor aos clientes. Entre as mais recentes inovações produzidas pela companhia, o destaque vai para a área de robótica colaborativa - na qual a ABB oferece o robô YuMi -, as transmissões de ultra e alta tensões de corrente contínua e alternada e todo portfólio ABB Ability -, que são mais de 180 soluções e serviços que combinam toda a expertise da empresa em tecnologia digital e conectividade em rede.

Paniagua observa que as subsidiárias de empresas multinacionais ainda enfrentam algumas dificuldades para investir em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Brasil. No entanto, ele destaca que essa é uma realidade que vem mudando nas últimas décadas e revela que a companhia mantém importantes planos para o país: "A ABB acredita no potencial do Brasil para ter um Centro de Soluções próprio, no momento oportuno."

Segundo o executivo, a crise generalizada que tomou conta da economia brasileira nos últimos anos não comprometeu os investimentos da empresa na área de PD&I. "A ABB aposta na retomada do crescimento do Brasil, e por isso manteve seu cronograma de investimentos. Recentemente ampliamos nossa fábrica de disjuntores em Guarulhos (SP), que agora é uma das mais automatizadas da companhia na América Latina", exemplifica Paniagua.


Busca



ENTRE EM CONTATO