Levando energia ao topo da Europa

2017-06-13 - Tecnologia da ABB conquista as montanhas

Imponente e dominante em uma parte espetacular dos Alpes Suíços, o poderoso pico de Jungfrau, com 4.158 metros, é até mais alto do que os picos Eiger e Mönch, que ficam nas proximidades. Em uma viagem de tirar o fôlego até Jungfraujoch, a Ferrovia de Jungfrau atravessa a montanha em túneis para chegar a "Top of Europe" (Topo da Europa), a mais alta estação ferroviária da Europa, a 3.453 metros acima do nível do mar. Um passeio de 45 minutos sobre neve, gelo e rocha por mais de nove quilômetros. A tecnologia da ABB tem desempenhado um papel fundamental neste feito monumental da engenharia. A linha original foi eletrificada pela Brown, Boveri and Co. (BBC), a precursora da ABB, e hoje, mais de cem anos depois, a tecnologia da ABB continua alimentando a linha, enquanto os transformadores de tração da ABB integrados energizam os trens para levar visitantes ao monte durante todo o ano.


Trem Jungfrau Railway adesivado pela ABB

Cerca de 1 milhão de passageiros são transportados pela Ferrovia de Jungfrau anualmente rumo ao Jungfraujoch, o que a torna uma das mais populares atrações turísticas da Suíça e também a mais internacional: aproximadamente 70% dos visitantes vêm da Ásia, especialmente da China. No topo, os visitantes desfrutam de uma experiência única, com uma vista fantástica, no meio da região de Jungfrau-Aletsch dos Alpes Suíços, Patrimônio Mundial da UNESCO.


Urs Kessler, CEO de Jungfraubahnen, e Remo Lütolf, Managing Diretor da ABB na Suiça, em frente ao trem adesivado pela ABB, o Jungfrau Railways

Começando com uma visão
Esta experiência única só é possível por conta de uma descoberta do suíço industrial e financista, Adolf Guyer-Zeller, em 1893. Caminhando pela região, ele teve a visão de fazer um túnel ferroviário por dentro das montanhas para chegar ao topo do Jungfrau. Ele decidiu que iria construir uma ferrovia de lá até o topo da montanha. Naquela noite, ele esboçou a rota.

Desde o início, ficou claro que locomotivas a vapor não eram uma opção para a Ferrovia de Jungfrau, porque dois terços do percurso seriam em túneis. Então, por sorte, os fundadores da BBC tinham a ideia de aproveitar a energia elétrica para uma nova era na mesma época.

A cerimônia de inauguração da Ferrovia de Jungfrau foi em 1896. Eletrificada pela BBC, o trecho entre a montanha Kleine Scheidegg e a geleira Eiger foi inaugurado junto com o trecho final até Jungfraujoch, concluído em 1912. O espírito pioneiro das duas empresas, a Jungfrau Railway e a ABB, criou não apenas uma maravilha turística do mundo, mas também uma parceria permanente.

Fornecendo a tecnologia
Desde o início, a BBC forneceu os equipamentos de tração elétrica para as locomotivas da ferrovia da espetacular montanha. Porque, até o início dos anos 50, a Ferrovia de Jungfrau era apenas parcialmente uma ferrovia de pinhão e cremalheira — o último trecho tinha muitos trilhos — e as locomotivas tinham que ser equipadas com um sistema de direção de aderência combinado com pinhão e cremalheira.

Uma peculiaridade mais técnica mantida até hoje: a Ferrovia de Jungfrau é uma das quatro ferrovias que utilizam energia elétrica trifásica do mundo.

Cada um dos vagões, que levam passageiros para o Topo da Europa, possui a mais moderna tecnologia cinemática da ABB, que é composta de transformadores de tração e conversores de energia compactos. Os sistemas de tração convertem eletricidade das catenárias para os níveis de tensão e frequências corretos para os motores dos trens e fornecem a eletricidade necessária para os sistemas de potência.

O conversor de tração atua como o "acelerador" de um trem, de certa forma — e também como o câmbio e o freio, porque os freios elétricos podem direcionar a energia gerada de volta para a rede através do transformador de tração. Essa é uma contribuição especialmente importante para a eficiência energética, principalmente para uma ferrovia em montanha: com o freio elétrico, três trens viajando em declive geram energia suficiente para um trem viajar em aclive.

A Ferrovia de Jungfrau também usa para-raios da ABB. Eles oferecem proteção contra transientes de sobretensão prejudiciais, que podem ocorrer, por exemplo, como resultado de um relâmpago.

Apesar da altitude extrema, a Ferrovia de Jungfrau circula durante todo o ano, independentemente das condições de inverno. No trecho aberto da linha, a neve pode chegar a uma altura de mais de um metro. Desde 2011, para conseguir manter uma agenda ainda mais cheia mesmo durante períodos de neve intensa, a Ferrovia de Jungfrau circula com uma locomotiva especial da Stadler Rail, que contém removedores de neve em cada lado, com uma distância de lançamento ajustável entre 15 e 35 metros. Essa locomotiva removedora de neve também tem arados de neve baixáveis e um potente removedor de neve na pista. Os dois motores de tração e os dois motores dos removedores de neve são abastecidos com a energia elétrica de transformadores e conversores de tração da ABB.

Gerando energia
Desde 1908, a Ferrovia de Jungfrau gerou a maior parte da energia de tração de que necessita em sua própria usina hidrelétrica, em Lütschental, nas redondezas. Em 1939, a BBC instalou um inovador conversor estático de frequência na usina para conectar a rede de energia de tração (40 Hz) à rede de energia convencional (50 Hz). A empresa prestou seus serviços com muita seriedade por mais de 20 anos. Atualmente, a ABB fornece quadros de distribuição isolados a ar para a usina.
A subestação de Wilderswil, da distribuidora de energia BKW, é o ponto de alimentação principal que abastece toda a região de Jungfrau. Entre 2015 e 2016, a BKW substituiu e modernizou o painel de distribuição de alta tensão externo pelo painel de distribuição isolado a gás (GIS) da ABB para garantir a segurança no fornecimento de energia sustentável para a região.

Até 2012, usavam-se caminhões pipa na estrada de ferro para levar água ao Jungfraujoch e às estações no caminho. Para isso, era necessário transportar 14 mil litros de água todos os dias, o que também reduzia a capacidade de passageiros dos trens. Para encontrar uma solução mais eficiente, duas bombas de alto desempenho, alimentadas com motores e conversores de frequência da ABB, agora bombeiam água para o Jungfraujoch, ao longo de um longo cano de 7 km sob enorme pressão, o que reduziu drasticamente a quantidade de energia consumida. A ABB oferece essas soluções também para as regiões de esqui, que precisam da maior eficiência energética possível no fornecimento de água para as instalações de fabricação de neve, como, por exemplo, em St. Moritz, local do último Campeonato Mundial de Esqui.

Criando mais sucesso
A Ferrovia de Jungfrau tem um número impressionante: em 2000, transportou cerca de 500 mil passageiros até o Jungfraujoch. Em 2015, atingiu a marca de um milhão pela primeira vez. Este salto impressionante — que também exigiu a colocação de mais vagões com maior capacidade — foi alcançado, principalmente, com o desenvolvimento do mercado asiático, especialmente a China. Com a marca " Top of Europe ", o Jungfraujoch conseguiu se estabelecer como o ponto alto de qualquer viagem à Europa. A ABB tem orgulho de ajudar a escrever essa história de sucesso com soluções inovadoras para infraestruturas e veículos de transporte.


Sobre a ABB – A ABB (ABBN: SIX Swiss Ex) é líder nas tecnologias pioneiras de produtos para eletrificação, robótica, automação industrial e elétrica, atendendo globalmente concessionárias de energia e clientes industriais, bem como de transportes e infraestrutura. Continuando mais do que uma história de 125 anos de inovação, a ABB está, hoje, escrevendo o futuro da digitalização industrial e conduzindo a Quarta Revolução Industrial e da Energia. A ABB opera em mais de 100 países com aproximadamente 132.000 funcionários www.abb.com

Fique por dentro:

Siga-nos no TwitterParticipe do nosso grupo no LinkedInConecte-se ao FacebookInscreva-se no nosso canal no YouTube




Busca



ENTRE EM CONTATO

  • Informações para a imprensa
  • Imagem corporativa
  • www.imagemcorporativa.com.br

    Paula Janer
    Telefone: +55 11 3526-4572
    paula.janer@imagemcorporativa.com.br

    Adélia Chagas
    Telefone: +55 11 3526-4538
    adelia.chagas@imagemcorporativa.com.br

    Bárbara Pereira
    Telefone: +55 11 3526-4562
    barbara.pereira@imagemcorporativa.com.br

    Isabella Ortega
    Telefone: +55 11 3526-4588
    isabella.ortega@imagemcorporativa