Casos práticos para renovação de instalações elétricas

2013-07-15 - As soluções baseadas em radiofrequência (RF) oferecem novas alternativas aos projetos de renovação, levando a significativas poupanças relativamente a outras opções, uma vez que evitam obras para passagem de cabos, sendo aplicáveis em qualquer superfície da habitação.




Colocar um interruptor onde é necessário, sem obras ou cablagens. A solução ideal para a execução de obras de ampliação na habitação ou escritório, e muito útil em renovações de espaços com barreiras arquitetónicas ou materiais que bloqueiem a passagem dos cabos.
O instalador apenas terá de substituir o mecanismo tradicional já instalado por um mecanismo inteligente, aproveitando a alimentação através da cablagem já existente. Esse elemento comunica com um outro elemento emissor por radiofrequência que se pode colocar onde se desejar, uma vez que é alimentado por pilha. Desta forma evitam-se cablagens até ao novo ponto de acionamento.


Vantagens:

  • Poupança de tempo e de custos. Ao evitar cablagem adicional, poupa-se no tempo de execução especializada e nos custos que uma renovação implica, para além de se evitarem os incómodos e detritos causados pelas obras de construção civil.
  • Máxima flexibilidade para instalar elementos de acionamento em qualquer local, uma vez que podem existir variações na configuração e utilização dos espaços de uma habitação ou escritório ao longo do tempo.
  • Instalação em qualquer local, incluindo em pontos até hoje impensáveis, como colunas ou paredes mestras, paredes de valor histórico, superfícies em materiais de difícil perfuração (pedra, aço, vidro, cimento, etc.).
  • Diversidade de aplicações na habitação e em instalações de terciário. As aplicações são inúmeras: ampliação de pontos de acionamento em qualquer local na habitação, centralização de estores, adicionar um termóstato no local mais adequado, uma função de “Desligar tudo”, ou um cenário de cinema, de leitura, etc. As soluções de radiofrequência são também aconselháveis em locais de trabalho, dada a comodidade conferida pelo aumento de pontos de acionamento e proximidade de interruptores, pela possibilidade de colocação em divisórias de vidro, materiais em plástico ou têxtil, mobiliário de escritório, etc..
  • Lar acessível: existe, frequentemente, a necessidade de fazer adaptações ou renovações nas habitações de modo a oferecer maior comodidade a uma pessoa idosa ou doente. A radiofrequência facilita esta tarefa, colocando os pontos de acionamento “à mão”, já que o emissor alimentado por pilhas pode ser portátil, ou colocado em qualquer lugar: por cima da cama, sofá, etc..

Caso prático 1: Acrescentar um acionamento num quarto (p.ex.: quarto de hotel ou habitação)
Necessidade: um quarto com uma cama de casal. Dispõe de dois interruptores à entrada do quarto e outros dois num dos lados da cama, para um cadeeiro de teto e para a iluminação das mesas de cabeceira. Pretende-se acrescentar um ponto de acionamento adicional no lado da cama em falta sem necessidade de fazer obras.
Solução simplificada: substituição dos dois comutadores por dois interruptores de dois relés, com dois botões de dois canais. Colocação de um emissor alimentado por pilha de dois canais no local desejado (exemplo, sobre a mesa de cabeceira ou na cabeceira da cama).


Caso prático 2: acrescentar um acionamento comutado
Necessidade: pretende-se colocar um ponto de acionamento no quarto, para ser possível desligar a iluminação do corredor ao deitar-se, e ligar a mesma ao acordar sem ser necessário percorrer o corredor às escuras.
Solução simplificada: coloca-se um interruptor de relé com um botão recetor no ponto onde se encontra o interruptor existente. Coloca-se um botão de pressão emissor RF de 1 canal alimentado com uma pilha junto à entrada para o quarto. De forma simples, sem obras nem cabos.


Caso prático 3: Centralizar todos os estores
Necessidade: uma sala possui 5 estores elétricos, mas estes não estão centralizados, uma vez que não existe espaço para a passagem de cabos entre todos os interruptores de estores.
Solução simplificada: coloca-se um interruptor de relé para estores, com recetor RF, para cada estore. Ao lado da entrada coloca-se um botão de pressão emissor alimentado com pilha, onde se agrupam todos os recetores dos estores. Assim, através do emissor é possível subir ou descer todos os estores de uma só vez


Caso prático 4: Função “Off total” sem necessidade de cablagem.
Necessidade: deseja-se centralizar todas os circuitos de iluminação e estores de um espaço comercial, de modo a ser possível desligar toda a iluminação de uma só vez e baixar todas os estores no fecho do espaço comercial.
Solução simplificada: colocam-se dois botões de pressão emissores RF ao lado da porta da entrada. Um deles atua sobre todos circuitos de iluminação permitindo um “Off total” e o outro sobre todos os estores, à semelhança do caso anterior.


Caso prático 5: Um termóstato em qualquer local, sem necessidade de obras.
Necessidade: pretende-se instalar um termóstato no quarto, onde é importante controlar a temperatura ambiente. Isto implicaria instalar a cablagem desde a caldeira, mas é de evitar a perfuração das paredes dado o seu custo elevado; uma calha exterior é também uma solução pouco estética.
Solução simplificada: colocação de um botão de pressão emissor RF com fonte de alimentação junto ao termóstato, e ligação da saída do termóstato à entrada da fonte de alimentação. Ao receber o sinal do termóstato, este envia o sinal através de um recetor RF com interruptor de relé que se encontra ao lado da caldeira, ligando ou desligando o aquecimento.




Para mais informações contacte-nos em: marketing.abb@pt.abb.com, ou solicite-nos uma visita de um técnico-comercial AQUI

Siga-nos nas redes sociais:


Follow us on TwitterGet LinkedInConnect on FacebookSubscribe on YouTube

Busca



ENTRE EM CONTATO