ABB: Próximo estágio de entrega de valor

2016-10-04
  • Constituindo quatro divisões de negócios focadas e líderes de mercado:
    • “Electrification Products”
    • “Robotics and Motion”
    • “Industrial Automation”
    • “Power Grids"
  • Transformação contínua da divisão Power Grids sob propriedade da ABB:
    • Programa "Power Up", visando o crescimento, menor risco, acréscimo de ganhos
    • Modelo de negócio EPC de menor risco
      • Parceria com a Fluor para subestações
      • Parceria com a Aibel para energia eólica offshore
    • Desinvestimento do negócio de cabos no 1º trimestre de 2017
    • Aumento do intervalo objetivo da margem de “Power Grids” de 200bps para 10-14%, a partir de 2018
  • Realizar nosso potencial como líder digital:
    • "ABB Ability": oferta digital totalmente integrada nos diversos segmentos de clientes; reforça a liderança da ABB na quarta Revolução Industrial
    • Parceria abrangente com a Microsoft para desenvolver a próxima geração de soluções digitais
    • O pioneiro da Internet das Coisas Guido Jouret assumiu o cargo como Chief Officer Digital em 1º de outubro
  • Fortalecimento da marca global da ABB
    • Consolidação de mais de 1000 marcas sob a marca da ABB
    • Pré-requisito para a criação de pleno valor da oferta digital
    • Escrever o legado da ABB, no futuro, como uma líder de tecnologia pioneira
  • Aumento da meta de produtividade organizacional em 30% para US $1,3 bi; cronograma e custos inalterados
  • Todas as outras metas financeiras confirmadas
  • Segundo programa de recompra de ações de US $3bi, planejado de 2017 a 2019; prioridades de alocação de capital inalteradas

Hoje, a ABB lançou a fase 3 de sua estratégia de Next Level para entregar valor aos clientes e acionistas. Os elementos essenciais para isso incluem: constituir as divisões da ABB em quatro unidades líderes de mercado, incluindo a continuidade da transformação da divisão Power Grids sob propriedade da ABB; realizando o pleno potencial digital da ABB; acelerando o ritmo em excelência operacional e fortalecendo a marca ABB.

O CEO da ABB, Ulrich Spiesshofer, disse, "nos últimos dois anos, a ABB tornou-se mais rápida, mais enxuta e mais eficiente. Temos melhorado continuamente as margens e fortalecemos ainda mais nossa geração de caixa. Na 3ª etapa da nossa estratégia “Next Level”, estamos nos beneficiando de nossa dinâmica de transformação bem sucedida e reforçando nossa posição como líder global em tecnologia pioneira e em soluções digitais. Com nossos quatro negócios simplificados, líderes de mercado, combinados com a "ABB Ability", abordamos as necessidades de nossos clientes na Quarta Revolução Industrial de uma forma mais focada e ágil.".

Peter Voser, presidente d do Conselho Administrativo da ABB, disse, "A bem sucedida execução de nossa estratégia “Next Level”, levou a uma significativa melhora do desempenho operacional e financeiro e a uma ABB mais focada e mais simples externamente. O Conselho trabalhou com o Comitê Executivo e consultores externos, em todos os elementos da 3ª fase, visando entregar valor aos clientes e acionistas e garantindo o sucesso da empresa a longo prazo. A transformação contínua da nossa divisão “Power Grids” sob a gestão da ABB é a melhor de todas as opções, cuidadosamente avaliadas para os acionistas. Apoiamos firmemente a equipe de gestão e o plano de ação apresentado hoje."

Conduzir o crescimento em quatro divisões, líderes de mercado

A ABB está moldando e concentrando sua estrutura divisional em quatro divisões líderes de mercado: “Electrification Products”, “Robotics and Motion”, “Industrial Automation” e “Power Grids”, a partir de 1º de janeiro de 2017. As divisões serão empoderadas como unidades empreendedoras dentro da ABB, refletidas em um aperfeiçoamento de seu modelo de desempenho e compensação, focado na responsabilidade e na prestação de contas individual. Beneficiam-se da colaboração de vendas orquestrada por regiões e países, bem como da oferta digital de todo o grupo; da estrutura administrativa da ABB; de um “supply chain” centralizado e de centros de pesquisa corporativos. A ABB vai continuar fortalecendo suas divisões por meio de uma administração ativa do portfólio. Isso inclui buscar aquisições estratégicas, transformar modelos de negócios e desinvestir negócios não essenciais.

"O espírito empreendedor é a base para nosso futuro modelo de operação," disse Spiesshofer. "Nossos quatro negócios líderes de mercado, liderados por empreendedores empoderados, nos levarão à criação de valor sustentável, apoiados pelas regiões e pela estrutura do Grupo, em áreas como a ABB Ability e baixo custo administrativo.".

“Electrification Products”

“Electrification Products” (EP) será o parceiro de escolha para a eletrificação de todos os pontos de consumo.

Ao reunir todos os componentes de eletrificação, principalmente por meio da transferência das unidades de negócios de “Discrete Automation and Motion (DM)”, EP será o #2 globalmente nesse segmento, oferecendo um canal único de compra para os clientes.

Negócios de carregadores de veículos elétricos, energia solar e qualidade de energia serão transferidos da divisão DM, como plataformas de crescimento para “Electrification Products”. Inicialmente, o investimento necessário para continuar o ritmo de crescimento desses negócios terá um impacto na margem de lucro da divisão.

O consumo de energia elétrica cresce mais do que o consumo do total de energia global, à medida que mais pessoas têm acesso à eletricidade e novas formas de consumo de energia, tais como, carregadores de veículos elétricos aumentam a demanda. Existem oportunidades significativas para digitalizar e inovar em torno de nossas ofertas atuais.

"Robotics and Motion"

“Robotics and Motion” será o parceiro de escolha para robótica.

As principais ofertas em motores industriais e drives da ABB, bem como o forte desempenho de seu negócio de robótica são carros-chefes dessa divisão recentemente configurada, que sucede a antiga divisão “Discrete Automation and Motion”.

Focando no rápido crescimento do mercado de robótica e aproveitando a plataforma de tecnologia e a escala global da ABB, a empresa está idealmente posicionada para mudar sua atual posição de nº 2 na área de robótica para o primeiro lugar nesse mercado altamente atraente. A ABB vai se beneficiar da sua forte posição na Quarta Revolução Industrial, no seu alcance global e suas plataformas de serviço.

A ABB vai continuar a investir e moldar sua posição de número 1 em motores industriais e drives, focando em segmentos de crescimento rápido e movendo-se na indústria leve e áreas emergentes de crescimento, como a Ásia.

Serviços inteligentes e uma oferta digital líder já são um forte pilar do desempenho da divisão e abre importantes oportunidades de crescimento. A ABB vai fortalecer a rentabilidade divisional por meio do foco contínuo na excelência operacional e na otimização da cadeia de valor.

"Industrial Automation"

A divisão “Industrial Automation” será a escolha para automação industrial.

Esta divisão substitui a antiga divisão “Process Automation”.

A ABB irá conduzir a digitalização nos diversos setores da indústria, estabelecendo sua posição de número 1 em controle de processos através de software e serviços. A ABB tem uma combinação única de experiência e conhecimento que lhe permite gerenciar a sala de controle em uma ampla gama de setores industriais, tais como produtos farmacêuticos, mineração, transporte e óleo e gás. Ao focar em segmentos com potencial de crescimento e reunir manutenção, operação e controle, a ABB vai penetrar em novas áreas e criar uma diferenciação para os clientes.

"Power Grids"

Power Grids será a divisão de negócio de escolha para redes melhores, mais inteligentes e mais sustentáveis.

Seguindo uma revisão abrangente do portfólio estratégico, o Conselho e o Comitê Executivo da ABB concluíram que a transformação de “Power Grids” sob a gestão da ABB vai entregar valor máximo ao acionista em comparação com outras opções, como venda, IPO, subsidiárias ou joint-venture.

Os principais fatores no processo decisório incluíram a atratividade do mercado, as ofertas de produtos existentes e futuros, oportunidades de modelo de negócios e melhor gestão, bem como todas as opções de criação de valor alternativo para os acionistas da ABB. Esta revisão incluiu análises independentes da McKinsey e aconselhamento financeiro independente da Goldman Sachs e do Credit Suisse.

A divisão, que é globalmente a número 1, vai tirar proveito da revolução da Energia e da Quarta Revolução Industrial. Estas estão criando uma demanda significativa para produtos, sistemas, software e serviços de “Power Grids” e dando apoio à mudança de portfólio para digitalização.

Para realizar o pleno potencial da divisão e continuar a transformação em curso, foi apresentado hoje o "Power Up", um sólido programa, cobrindo os principais aspectos do negócio. Vai levar ao crescimento e melhorar os ganhos, enfocando nos principais pontos fortes operacionais e segmentos de alto crescimento, bem como serviços digitais e software.

Um elemento-chave da transformação em curso da divisão é a diminuição de risco do modelo de negócio e a exploração de oportunidades de crescimento através de duas parcerias estratégicas anunciadas hoje – com a Fluor para grandes subestações elétricas e a Aibel para conexões de energia eólica offshore. Ambas as parcerias combinam a liderança de mercado da ABB em tecnologias de energia com o conhecimento do respectivo parceiro – Fluor na gestão de projetos de grande porte em engenharia, aquisição e construção (EPC) e Aibel em projetos de energia eólica offshore.

Outro elemento fundamental é o desinvestimento em empresas não estratégicas para a ABB, tais como a recente anunciada venda do negócio de cabos para a NKT Cables, preservando o acesso à tecnologia por meio de uma parceria estratégica.

Como consequência da transformação, a ABB está aumentando a margem do EBITA operacional esperada para a divisão de 8-12% para 10-14%, a partir de 2018.

"Em nossa revisão do portfólio estratégico, ouvimos atentamente todos os pontos de vista das partes interessadas. Depois de um processo muito completo e detalhado, apoiado pelos principais assessores, concluímos que a transformação contínua de “Power Grids” sob a gestão da ABB cria o mais alto valor para nossos acionistas e clientes. Aproveitando o sucesso da transformação obtido até aqui, a divisão “Power Grids” está idealmente posicionada dentro da ABB para levar ao crescimento rentável a longo prazo, durante a revolução da Energia e da Quarta Revolução industrial e é parte importante da nossa oferta," disse Spiesshofer.

Grande avanço em digital com ABB AbilityTM

Hoje, a ABB não mostra todo o seu potencial na área digital. Ela está idealmente posicionada para vencer neste mercado com soluções “end-to-end” novas e existentes, que se utilizam da nuvem inteligente e fecham o ciclo com dispositivos conectados. A ABB vai usar seu profundo conhecimento dos domínios dos seus clientes para planejar, construir e operar uma oferta digital exclusiva, que vai entregar a eles a verdadeira diferenciação operacional.

A recém-lançada oferta ABB Ability combina o portfólio da ABB de soluções digitais e de serviços em todos os segmentos de clientes, consolidando a posição de liderança do grupo na Quarta Revolução Industrial e dando apoio à competitividade das quatro divisões da ABB.

Hoje, a ABB anunciou uma parceria estratégica com a Microsoft, maior empresa de software do mundo, para desenvolver a próxima geração de soluções digitais em uma plataforma integrada à nuvem. Os clientes se beneficiarão de uma combinação exclusiva de conhecimento e do extenso portfólio de soluções industriais da ABB e da nuvem inteligente Azure, bem como da competência da engenharia B2B da Microsoft. Juntos, os parceiros irão conduzir a transformação digital em segmentos de clientes por meio dos negócios da ABB, como robótica, marine e e-mobility.

"Essa parceria vai proporcionar benefícios exclusivos para nossos clientes em concessionárias, indústria, transportes e infraestrutura, fundamentada na combinação de forças da Microsoft e da ABB," disse Spiesshofer. "Aproveitando a base instalada da ABB, de mais de 70 milhões de dispositivos conectados e mais de 70.000 sistemas de controle instalados, o próximo passo é desenvolver uma das maiores plataformas de nuvem industrial do mundo.".

A transformação digital da ABB será liderada pelo Guido Jouret, um pioneiro na Internet das Coisas, que assumiu como Chief Digital Officer, em 1º. De outubro, reportando-se diretamente ao CEO.

Fortalecer a marca global ABB

A ABB adotará uma marca corporativa única, consolidando todas as suas marcas, globalmente, sob um único guarda-chuva. O portfólio das empresas da ABB será unificado, apresentando toda a extensão e profundidade da oferta global da empresa sob uma única marca. Esta transição deverá levar dois anos.

A marca unificada desempenha um papel-chave na realização do potencial de valor da oferta digital da ABB, à medida que aumenta a lealdade do cliente, “price premium” e a probabilidade de compra. Uma marca única permite à ABB apresentar melhor a sua estratégia para os “stakeholders”, enfatizar o cliente em primeiro lugar, priorizar o pensamento digital e tornar mais fácil a interação com os clientes existentes e futuros.

A marca contará com elementos de design que possuem a intenção dearticular claramente a visão, a direção e posição de mercado exclusiva da ABB para clientes, acionistas, funcionários e todos stakeholders. O legado da ABB como líder pioneira de tecnologia e as três áreas de foco de sua estratégia “Next Level” estão refletidos em sua promessa de nova marca: “Let’s write the future. Together.”TM

Acelerando o ritmo na excelência operacional

A ABB continua se beneficiando do seu atual momento e está acelerando ainda mais sua excelência operacional.

O Programa de produtividade da empresa superou as expectativas desde o seu lançamento no ano passado. Como resultado, a ABB aumentou a meta do programa de redução de custos em 30%, para US$ 1,3 bilhão. A ABB vai atingir essa economia adicional dentro do prazo inicialmente anunciado e com os custos de reestruturação e implementação inalterados. ABB continua seus programas regulares de economia, aproveitando a excelência operacional e a gestão da cadeia de suprimentos de classe mundial para alcançar uma economia equivalente a 3-5% do custo das vendas, a cada ano.

A ABB reafirma a meta de seu programa de 1.000 dias focado em capital de giro, com o objetivo de liberar aproximadamente US $ 2 bilhões até o final de 2017. O programa está de acordo com o planejado e tem como objetivo melhorar a gestão do estoque, otimizando a cadeia de valor, desde a concepção do produto para fabricação até a otimização de outras medidas da gestão financeira.

O Grupo reafirma suas metas financeiras para 2015-2020, previstas abaixo.

ABB Next Level – 2015-2020 targets2
Revenue growth33-6%
Operational EBITA %411-16%
Operational EPS growth CAGR510-15%
Free cash flow conversion to net income>90%
Cash return on investment %6Mid-teens

Operational EBITA % – 2015-2020 divisional targets
Electrification Products15-19%
Robotics and Motion14-19%
Industrial Automation11-15%
Power Grids10-14%*
*The margin target for Power Grids will be in effect as of Jan. 1, 2018.

Alocação do capital

Hoje, a ABB anunciou seus planos para um novo programa de recompra de ações de até US$ 3 bilhões, de 2017 a 2019. Isso reflete a confiança da empresa e a força contínua da posição financeira e da geração de caixa da ABB. Em 30 de setembro de 2016, a ABB anunciou a conclusão de seu recente programa de recompra em que retornou $3,5 bilhões aos seus acionistas. Nos últimos três anos, a ABB retornou $8,7 bilhões aos acionistas, sob a forma de dividendos e recompra de ações.

A ativa gestão do portfólio permanece um aspecto fundamental do padrão de operação da ABB, conforme demonstrado na recente redução do portfólio e diminuição das aquisições, bem como o anunciado desinvestimento do negócio de cabos e alterações do modelo de negócios em “Power Grids”.

As prioridades de alocação de capital da ABB permanecem inalteradas: 1) financiamento do crescimento orgânico, P&D e despesas de capital em retornos atraente de caixa; 2) pagar um dividendo crescente e sustentável; 3) investir em aquisições que criem valor; e 4) retornar o caixa adicional aos acionistas.

Sobre a ABB

A ABB (ABBN: SIX Swiss Ex) é líder pioneira de tecnologia em produtos para eletrificação, robótica e motion, automação industrial e power grids, servindo clientes industriais, concessionárias, transporte e infraestrutura de forma global. Por mais de quatro décadas, a ABB tem escrito o futuro da digitalização industrial. Com mais de 70 milhões de aparelhos conectados por meio de sua base instalada de mais de 70.000 sistemas de controle através de todos os segmentos de clientes, a ABB está posicionada de forma ideal para se beneficiar da Quarta Revolução Industrial e de Energia. Com um patrimônio de mais de 130 anos, a ABB opera em mais de 100 países com cerca de 135.000 funcionários. www.abb.com

Busca



ENTRE EM CONTATO