A ABB abre as portas ao lar do futuro

Imagine uma habitação que cuidasse dela própria e de si; uma habitação que fechasse as janelas quando chove, que baixasse as persianas quando o sol se põe, que acendesse as luzes para dissuadir potenciais intrusos, e que, inclusivamente, reduzisse a factura de electricidade. Parece-lhe demasiado bom para ser verdade? A tecnologia que permite tudo isto já está disponível.
No arredores de Helsínquia, na Finlândia, os moradores de um bloco de apartamentos chamado Adjutantti estão a acostumar-se a uma vida inteligente. O edifício que habitam está dotado de sistemas de automação desenvolvidos pela ABB que lhes permitem supervisionar o consumo de electricidade, podendo assim saber como poupar energia e dinheiro: um interruptor que actua quando estão em casa ou quando esta está vazia, garante que a iluminação e o aquecimento nunca estão ligados desnecessariamente.

O edifício Adjutantti e outros semelhantes permitem adivinhar como serão as moradias do futuro: um ambiente vital que permite aos seus habitantes desfrutar de níveis de controlo, segurança e conforto como nunca tiveram. Tarak Mehta, director da divisão Low Voltage Products da ABB, afirmou: "As nossas soluções pretendem criar um ambiente seguro, eficiente e confortável para que estar em casa seja mais agradável".

As soluções ABB para controlo de edifícios controlam todos os sistemas de acesso à habitação e também a iluminação, o aquecimento, a ventilação e ar condicionado, entretenimentos, supervisão do edifício, janelas e estores, e telefones IP. Para que os consumidores e construtores possam ter uma ideia do que é possível fazer, a ABB criou um portal web que mostra o lar do futuro.

A tecnologia já está disponível. A maior dificuldade é garantir a compatibilidade dos sistemas de automação do edifício com os diferentes equipamentos, electrodomésticos e serviços que existem no mercado. Com este objectivo, a ABB colaborou com a Bosch, a Cisco e a LG para desenvolver uma plataforma comum de software, que permita que os produtos de diferentes fabricantes funcionem em conjunto para proporcionar serviços de automação, segurança e entretenimento.

As quatro empresas acabam de assinar um protocolo de acordo para, após a aprovação das autoridades que regulam a concorrência, desenvolverem um software aberto disponível a qualquer fabricante, criador de software ou fornecedor de serviços. Este software não só coordenará diferentes serviços em áreas como a gestão de energia, a tecnologia de segurança, ou electrónica de consumo, mas também evoluirá continuamente com aplicações móveis, dando assim mais possibilidades aos consumidores para controlarem o seu espaço residencial.

No futuro, qualquer pessoa que compre um frigorífico, uma máquina de lavar, um sistema de aquecimento ou qualquer outro electrodoméstico que utilize software, esperará que cada electrodoméstico interaja e seja compatível com os restantes electrodomésticos da sua casa inteligente. Tarak Metha acrescentou: "O nosso objectivo é permitir aos residentes gerir qualquer sistema ou equipamento que funcione com electricidade na sua habitação".

A ABB continua a inovar no sector das casas inteligentes. Recentemente, lançou o seu sistema de acesso Welcome, que fornece remotamente informação de áudio ou vídeo a dispositivos inteligentes, e ganhou 15 prémios internacionais de design, incluindo a distinção Good Design Award nos Estados Unidos, e o prémio Red Dot na Alemanha. Para além disso, a empresa foi agraciada na Holanda com o prémio ETOP 2013 para a inovação, pela sua tomada SCHUKO® USB, uma aparelhagem standard que fornece em paralelo alimentação a 230V e carregamento USB.

Busca



ENTRE EM CONTATO